Anuncie connosco
Pub
Notícias | Cultura

Pintado pelo artista Asur

Mural para elevar a moral

4 de janeiro de 2021
Partilhar

O Hospital Beatriz Ângelo tem sido um dos mais fustigados pela pandemia de covid-19, em Portugal. Um enorme mural pintado pelo artista Asur presta homenagem aos profissionais desta unidade. Uma iniciativa da câmara de Loures.

Um mural com cerca de 70 metros de comprimento e seis de altura, pintado pelo street artist Asur numa das principais avenidas de Loures, de acesso ao Hospital Beatriz Ângelo, homenageia os profissionais de saúde que estiveram e continuam a estar na linha da frente do combate à pandemia da COVID-19.

A homenagem foi uma iniciativa da Câmara Municipal de Loures e o mural foi inaugurado no passado dia 10 de dezembro, contando com a presença do presidente da autarquia, Bernardino Soares, e do administrador executivo do HBA, Artur Vaz. Na ocasião, Bernardino Soares justificou a iniciativa como «uma homenagem que vai permanecer e que nos lembrará para sempre os profissionais de saúde, o seu trabalho e a sua importância». Por seu lado, o administrador do Hospital, afirmou, agradecendo a homenagem, «que os profissionais de saúde foram os primeiros a ser afetados pela pandemia» e recordou que «a homenagem mais importante deve ser o compromisso dos portugueses para com as regras de segurança».

Asur, que também esteve presente na inauguração do seu mural, contou que alguns profissionais do HBA «deram uma ajuda nas pinturas e na construção desta obra», salientando que foi uma forma de também deixarem «a sua marca». O artista é natural de Albufeira, tem 27 anos e pinta desde os 12 anos nas ruas do Algarve, sem nunca ter tido formação artística. Tem obras de Arte Pública em Portugal e em vários lugares do mundo, o trabalho mais distante está no Japão. Um dos seus últimos trabalhos foi no túnel pedonal por baixo da Rotunda dos Descobrimentos, no parque do ribeirinho em Albufeira.

Última edição

Opinião