Anuncie connosco
Pub
Opinião
Cristina Fialho – Chefe de redação
Cristina Fialho
Chefe de redação

Editorial

SILLY SEASON

12 de dezembro de 2019
Partilhar

É Natal cada vez mais cedo.

Não é pelo espírito natalício que se vive na rua, esse já há muito que deu lugar ao consumismo de Natal, é cada vez mais época de presentes e de pedidos de contribuições. Pelas luzinhas nas lojas e pelas promoções do Black Friday, do Cyber Monday e do “ser solidário” que se vê em cada esquina.

É cansativo. E caro.

Toda a gente se lembra de fazer “jantares de natal” e trocas de presentes e ainda nem arrumei os bikinis e já estou a ouvir a Mariah Carey na rádio todos os dias.

Não quero com isto ser um Grinch, completamente anti-festejos mas caramba…

Aqui na Ficções Média estamos a falar de jantares de natal de abril a setembro, porque “é quando um homem quiser” e francamente… jantamos todo o ano, não precisamos de lotar a agenda em dois meses. Está um frio de rachar, já temos saudades do bikini e ainda nem saíram as notas do primeiro período. A Popota e a Leopoldina já mandam em horário nobre e eu aqui, a organizar as publicações para não atrasar um deadline em tempos de gingle bells.

A azáfama, os presentes e as viagens “à terra” que monopolizam subsídios e tempo que davam jeito para outras coisas.

Depois é a passagem de ano, com dress code preto e prata que não apetece numa noite gelada em que bate a meia-noite mas temos de comer uvas velhas e prometer uma dieta e idas ao ginásio que nunca vão acontecer.

Podem dizer que é mau feitio, mas para mim esta é que é a verdadeira “silly season”. No verão farto-me de ler, de sair até tarde e de desfrutar da vida. No Natal são só obrigações em nome de tradições. Se isto não é silly, não sei o que será.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter