Anuncie connosco
Pub
Notícias | Social

Pela primeira vez, em Loures no dia 17 de maio, pelas 9h

Hasteada bandeira LGBT+

4 de junho de 2019
Partilhar

A bandeira LGBT foi hasteada, pela primeira vez, em Loures no dia 17 de maio, pelas 9h, no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, edifício que alberga a Assembleia Municipal de Loures. A bandeira arco-íris esvoaçou para assinalar o Dia Nacional e Internacional Contra a Homofobia e Transfobia. A cerimónia surge após sucessivos adiamentos por parte da autarquia, na sequência da aprovação de uma recomendação do Bloco de Esquerda, em setembro de 2017.

Pela defesa dos direitos da comunidade LGBT+ no concelho de Loures.

 

Considerando que:

 

No dia 17 de junho teve lugar mais uma Marcha do Orgulho LGBT, em Lisboa. O desfile que juntou milhares de pessoas decorreu entre o Jardim do Príncipe Real e a Ribeira das Naus;

A Marcha decorreu com o habitual ânimo, alegria e frases de ordem que pretendem dar visibilidade às pessoas LGBT+, às suas famílias e chamar a atenção para os atos de discriminação de que essas pessoas são vítimas;

“A sociedade tem de sair do armário” foi uma das frases de ordem da marcha deste ano e foi um dos motes para as intervenções que os promotores da iniciativa fizeram na Festa da Diversidade, onde terminou o desfile;

Tal como o preconceito, as pessoas LGBT+ existem transversalmente na nossa sociedade. São médicos, artistas, professores, advogados, funcionários públicos, trabalhadores por conta de outrem, precários… São colegas de trabalho e amigos; são tios e tias, primos e primas, irmãos e irmãs e pais e mães. Somos, muitas vezes, nós próprios ou o nosso vizinho;

O Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e Transfobia (IDAHOT - International Day Against Homophobia and Transphobia) comemora-se a 17 de maio, data em que, no ano de 1992, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da lista de doenças mentais;

Neste dia pretende criar-se uma consciência global para o fenómeno da homofobia e transfobia. Hoje, todos somos chamados a contribuir para uma sociedade mais inclusiva, que rejeita todas as formas de discriminação sem violência, sem homofobia nem transfobia. Várias instituições portuguesas já assinalam este dia com o hastear da bandeira arco-íris, símbolo da luta pelos direitos das pessoas LGBT+.

 

Assim, a Assembleia Municipal de Loures, reunida em plenário, delibera:

 

Recomendar à Câmara Municipal de Loures que apoie solidariamente a comunidade LGBT+, passando a juntar-se às celebrações do Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e Transfobia, hasteando a bandeira arco-íris todos os anos, no dia 17 de maio, no edifício sede da Câmara Municipal de Loures nos Paços do Concelho;

Recomendar a todas as Juntas de Freguesias do concelho que hasteiem a bandeira arco-íris nos seus edifícios sede, no dia 17 de maio, como sinal de apoio aos direitos das pessoas LGBT+ e de compromisso com a luta contra todas as formas de discriminação;

Saudar a Marcha LGBT de Lisboa, todas e todos os que nela participaram e todas as organizações que a organizaram;

Enviar este documento aos grupos parlamentares representados na Assembleia da República, à Associação Nacional de Municípios, à Associação Nacional de Freguesias, à Associação ILGA Portugal (Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero), à Associação Opus Gay, à AMPLOS (Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual), à Rede Ex Aequo, às Panteras Rosa e aos órgãos de comunicação social.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter