Anuncie connosco
Pub
Notícias | Social

Sri Lanka

Comunidade Ahmadia Chocada pelo terrorismo

7 de maio de 2019
Partilhar

A Comunidade Islâmica Ahmadia de Portugal lamenta a perda de vidas inocentes nas explosões dos extremistas que ocorreram em várias igrejas e hotéis no Sri Lanka no domingo de Páscoa.

Segundo os relatórios, morreram mais de 300 pessoas nessa tragédia, que é a pior onda de violência no país desde a guerra civil que terminou há uma década.

Os autores de tais ataques não podem encontrar nenhuma justificação para os ataques em qualquer religião ou escritura sagrada. O Sagrado Alcorão ensina os muçulmanos a defender precisamente todos os locais de culto, incluindo as igrejas.

O Presidente Nacional da Comunidade Islâmica Ahmadia de Portugal, Fazal Ahmad disse: “Lamentamos a perda de vidas inocentes nos ataques terroristas que ocorreram no Sri Lanka. Rezamos pela rápida recuperação dos feridos e enviamos as mais sentidas condolências às famílias, amigos e entes queridos das vítimas e ao povo cingalês.Tais ataques hediondos e desumanos devem ser condenados nos mais fortes termos possíveis. Que os autores deste ato maligno sejam levados rapidamente à justiça.Todas as formas de terrorismo e extremismos são completamente contrárias aos ensinamentos do Islão. De facto, o Sagrado Alcorão diz que matar uma pessoa inocente é mesmo como matar toda a humanidade.”

Sobre a Comunidade Islâmica Ahmadia

A Comunidade Islâmica Ahmadia é uma comunidade muito pacífica, respeitadora da lei, não-violenta e amorosa. Fundada em 1889, a comunidade abrange mais de 200 países, com os membros que excedem dezenas de milhões. É a principal organização islâmica que rejeita categoricamente o terrorismo de qualquer forma. Ela continua a defender os direitos humanos universais e a proteção das minorias religiosas e outras minorias e defende a emancipação e a educação das mulheres. Os seus associados estão entre os muçulmanos mais cumpridores da lei, informados e dedicados do mundo.

 

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter