Anuncie connosco
Pub
Notícias | Saúde

Do supermercado à sua casa

Conservação dos alimentos

4 de agosto de 2019
Partilhar

A conservação dos alimentos, depende das suas características, podendo ser um alimento refrigerado ou congelado. Um alimento refrigerado deve ser mantido, idealmente, à temperatura de 0ºC a 4ºC e um alimento congelado tem de ser mantido à temperatura de -18ºC a -20ºC.

As práticas diárias erradas, podem favorecer o crescimento microbiano e contaminações alimentares. São exemplo, os alimentos já cozinhados deixados muito tempo à temperatura ambiente, a descongelação inadequada, contaminações cruzadas entre alimentos crus em contacto direto com alimentos cozinhados e o transporte inadequado dos alimentos desde o local de compra até ao seu consumo.

Assim, a má conservação de alimentos refrigerados ou congelados, está diversas vezes associada a toxinfeções alimentares, doenças gastrointestinais e alergias alimentares.

 

Transporte dos alimentos

 

O transporte dos alimentos deve ser efetuado respeitando um conjunto de técnicas ou procedimentos, que evitem a contaminação e a degradação dos alimentos e mantenha as suas caraterísticas.

Um transporte incorreto de alimentos frescos, refrigerados ou congelados desde o local de compra até ao local de consumo, poderá ser o ponto inicial de uma má conservação dos alimentos. Para os alimentos refrigerados, um inadequado transporte, pode aumentar a temperatura destes até aos 5ºC, temperatura à qual se verifica um aumento do número de microrganismos, capazes de afetar a sua qualidade.

De forma a evitar essa situação, no supermercado (local de compra), os alimentos refrigerados e/ou congelados devem ser os últimos a serem colocados no cesto, devendo ser, após isto, transportados em sacos térmicos, durante um período máximo de 1 hora, evitando a exposição solar e a fontes de calor, de modo a manter a temperatura correta até ao local de conservação ou consumo.

 

Conservação por frio

 

A ação do frio sobre os alimentos, inibe ou retarda o desenvolvimento e a atividade microbiana, sendo este, usualmente, o melhor método de conservação, pois quando bem realizado é o que melhor mantém, ao longo do tempo, as qualidades organoléticas e nutritivas dos alimentos. Contudo devem ser sempre preservados e respeitados os prazos de conservação e de validade quando aplicáveis.

Existem duas formas distintas de conservação pelo frio: a refrigeração e a congelação. Estas apresentam caraterísticas e objetivos diferentes, necessitando por isso de cuidados de conservação também distintos. Neste artigo será abordada a refrigeração, posteriormente será publicado um artigo sobre a congelação, fique atento!

 

Conservação por refrigeração

 

Os frigoríficos são os equipamentos utilizados para conservação de alimentos frescos ou cozinhados, durante curtos períodos de tempo. Temperaturas inferiores a 5ºC reduzem a velocidade do crescimento bacteriano.

É importante que o consumidor assegure uma adequada conservação dos alimentos, nos equipamentos de frio. Por exemplo, no verão a temperatura do frigorífico deve ser regulada para um valor mais frio.

 

O que é a conservação dos alimentos?

 

É um conjunto de regras ou processos, cujo objetivo é prolongar a durabilidade dos produtos, mantendo as suas propriedades e caraterísticas.

 

Conselhos para uma adequada refrigeração em casa:

 

● Quando chegados ao local de conservação ou de consumo, os produtos refrigerados devem ser os primeiros a ser armazenados corretamente.

● A carne e peixe fresco, após serem limpos devem ser acondicionados em caixas de plástico com fundo gradeado, para que o alimento não fique em contacto com a escorrência proveniente do mesmo;

● A carne pode ser conservada num período até 3 dias, com exceção da carne picada que não deverá ser conservada por um período superior a 24h;

● Os alimentos devem ser sempre, cobertos com película aderente ou estar protegidos com tampa;

● Os alimentos não devem ser colocados quentes no frigorífico, uma vez que isto aumenta a temperatura do interior do equipamento, podendo deteriorar o mesmo e os alimentos que aí se encontram;

● Os alimentos cozinhados não devem estar à temperatura ambiente mais de 2 horas;

● Alimentos cozinhados podem conservar-se no frigorífico até 72h (3 dias);

● Produtos enlatados (como por exemplo: tomate em calda, atum, salsichas, entre outros) após a abertura, devem ser colocados em embalagens de vidro ou plástico, e ser conservados no frio.

 

Não se esqueça que…

 

O frio suspende a atividade microbiana, mas não a elimina (não é um germicida), por isso, quando se interrompe a rede de frio, rapidamente existe uma retoma da atividade dos microrganismos que podem deteriorar os alimentos, prejudicando a saúde do consumidor, e em casos mais graves podendo até, provocar a morte.

Podemos, contudo, diminuir esse risco, seguindo estes procedimentos de conservação dos produtos alimentares, desde o momento em que o produto chega às nossas mãos, salvaguardando assim a saúde de quem os consome.

 

Unidade de Saúde Pública (USP) Loures – Odivelas

Elvira Martins – Coordenadora da USP

Daniela Lourenço – estagiária da Licenciatura de Saúde Ambiental

Técnicos de Saúde Ambiental da USP

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter