Anuncie connosco
Pub
Notícias | Atualidade

É possível

Atravessar a atmosfera de outro planeta

4 de agosto de 2019
Partilhar

O tubo de choque para apoio de missões da Agência Espacial Europeia (ESA), designado por ESTHER, foi inaugurado, no dia 24 de julho, no Campus Tecnológico e Nuclear, na Bobadela.

Na prática, esta invenção permite que as missões espaciais consigam atravessar a atmosfera de outro planeta, sobrevivendo a uma velocidade superior a dez quilómetros por segundo.

“Os últimos anos foram de preparação para alcançar o grande desafio um engenho que consiga simular uma pressão atmosférica que pode atingir 600 vezes o valor da Terra”, afirmou o investigador responsável, Mário Lino da Silva.

Já o presidente do Instituto Superior Técnico (IST), Arlindo Oliveira, enalteceu a parceria que compõe o consórcio com o Instituto de Soldadura e Qualidade, a empresa Fluid Gravity Engineering e a Universidade de Manchester (Reino Unido), a Universidade de Provença e a empresa Ingénierie et Systèmes Avancés (França) e a Universidade alemã de Aachen.

“Este momento tinha de acontecer em Loures, neste campus aqui instalado há mais de cinquenta anos. Nos últimos tempos, reforçámos e potenciamos a colaboração entre o IST e Câmara Municipal, o que nos deixa orgulhosos porque se trata de desenvolvimento e progresso para a comunidade. A revitalização desta área do concelho continuará por via das Jornadas Mundiais da Juventude de 2022”, destacou o presidente do Município de Loures, Bernardino Soares.

O processo representou um custo de cerca de um milhão de euros, o qual “contou com investimento público português”, assinalou o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, acrescentando que “a ciência cria emprego e conhecimento, sendo fundamental a confiança com a sociedade. E temos a ambição de progredir em tratamentos científicos, no campo da saúde, como por exemplo relacionados com o cancro”. O ministro reafirmou o apoio ao projeto de criação de um equipamento avançado de tratamento oncológico na Bobadela.

O ESTHER deverá estar em funcionamento a partir de outubro.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter